Apesar de o Brasil ser um dos maiores consumidores de agrotóxicos do mundo, nos últimos anos a preocupação com uma vida saudável, sustentável e com o meio ambiente vem crescendo relativamente. Com isso, os alimentos orgânicos têm se popularizado e os produtores estão investindo em produções naturais sem a adição de qualquer produto químico.

Saiba mais sobre os benefícios do consumo de alimentos orgânicos e invista em uma alimentação saudável.

O que são alimentos orgânicos?

Os alimentos orgânicos são cultivados sem adição de fertilizantes, agrotóxicos, materiais químicos e organismos geneticamente modificados.  Além disso, esses alimentos são considerados saudáveis, não só para o nosso organismo, mas também para a conservação do meio ambiente.

Além de frutas, legumes e hortaliças, também é possível produzir óleos, carnes, ovos e vinhos de maneira orgânica. Para a produção de carnes e ovos, os animais são alimentados com alimentos naturais e os produtores não aplicam nenhum um tipo de antibiótico, anabolizante ou hormônios de crescimento garantindo produtos de qualidade para o consumidor.

Ingredientes como farinha integral ou branca, farinha de milho, farelo de soja e aveia em flocos podem ser encontrados na forma orgânica para fazer bolos, tortas e mingaus.

Quais os benefícios dos alimentos orgânicos

Os alimentos orgânicos possuem benefícios significativos, não só para os consumidores, mas também para os agricultores e ao meio ambiente. Conheça a seguir alguns desses benefícios:

1.   Qualidade dos alimentos

Os alimentos orgânicos têm mais qualidade, pois de produtos químicos sintéticos, sementes transgênicas e aditivos químicos sintéticos (aromatizantes, conservantes, corantes e emulsificantes). Essas substâncias reduzem a qualidade dos alimentos e podem ser prejudiciais à saúde.

Outro fator muito discutido é que os alimentos orgânicos possuem maior valor nutricional que os convencionais. Já que são cultivados em solo de melhor qualidade enriquecido com matéria orgânica.

2.   Alimentos mais frescos e saborosos

Verduras e frutas sem adição de conservantes podem até perder a validade em menos tempo. Mas a grande vantagem é que esses alimentos quando cultivamos de forma orgânica não levam esse aditivo químico em sua composição. O que torna esses alimentos mais frescos, saudáveis e saborosos.

Outro ponto é que por serem alimentos frescos e sem substâncias químicas defensivas, a probabilidade de causar alergias cutâneas ou intestinais são menores. Pois muitas vezes a pessoa não é alérgica ao alimento e sim às substâncias usadas na produção.

3.   Não contém agrotóxicos e outros produtos químicos

Também chamados agroquímicos ou defensivos agrícolas, os agrotóxicos em excesso podem causar reações adversas à saúde do consumidor, de trabalhadores agrícolas, comunidades rurais e ao meio ambiente.

Além do mais, o uso de produtos químicos no cultivo de alimentos pode contaminar a água, o solo e o ar. Dessa forma, podem afetar a biodiversidade, os ecossistemas e as redes alimentares causando impacto ambiental.

4.   Contribui para a preservação do meio ambiente

Os produtores de alimentos orgânicos se preocupam em preservar os recursos naturais. Portanto, eles não utilizam fertilizantes, adubos e outros agentes químicos para plantar, cultivar e colher os alimentos. Com esse processo natural, é possível evitar a contaminação do meio ambiente e ainda produzir alimentos de qualidade.

Além disso, em muitos casos, o processo de plantação e manutenção é feito de forma manual. Dessa forma, contribui para a economia de energia elétrica altamente utilizada para o funcionamento de máquinas.

5.   Aumenta a fertilidade do solo

Para cultivar os alimentos orgânicos não é utilizado nenhum tipo de adubo químico, fertilizantes ou sementes transgênicas, o que mantém a integridade do solo e do meio para o plantio. Os agricultores orgânicos enriquecem o solo com adubos naturais para nutri-lo.

O adubo natural é composto por resíduos de origem vegetal e animal que se decompõem sendo produzidos por meio de compostagem. Então, esse adubo orgânico aumenta a retenção de água, controla a temperatura da terra, e diminui a erosão e perda de nutrientes. Dessa forma, o solo se mantém saudável, aumenta a sua fertilidade e produtividade.

Como saber se um alimento é realmente orgânico?

Todos os alimentos orgânicos devem corresponder com as normas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura e possuir em sua embalagem o selo do SisOra (Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica). Esse selo garante ao consumidor a autenticidade e qualidade orgânica dos alimentos. Existem, atualmente, diversos supermercados e feiras livres que vendem alimentos orgânicos. O preço pode ser considerado caro para alguns, mas pensando na qualidade e nos benefícios oferecidos, vale a pena inserir esses alimentos na rotina diária para uma vida saudável e mais sustentável.

(Visited 29 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *