(Imagem retirada do site http://autossustentavel.com)

A indústria de carnes é a que mais consome recursos naturais no mundo. Uma só vaca consome de 10 a 15 quilos de cereais para oferecer 1kg de proteína. Segundo pesquisas da World Wide Fund for Nature (WWF) até 2050 serão produzidas mais 80% de soja para a produção de carne. Segundo pesquisas da ONU, para cada quilo de carne são consumidos 16 mil litros de água, o que uma pessoa iria ingerir em quatro meses.

Como uma parte das pessoas ao mesmo tempo que se coloca no lugar do animal, não consegue parar ou não tem vontade de parar de comer carne, é possível diminuir a quantidade aos poucos, sendo importante consumir de maneira consciente.

A segunda sem carne, iniciada no ano de 2003 nos Estados Unidos, se mostra presente em mais de 40 países. Chegou no Brasil em 2009 e, de acordo com a SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira), é a maior do mundo. 

Mônica Buava, gerente de campanhas da Sociedade, apontou que os hábitos iniciados na segunda-feira tendem a se expandir para os outros dias da semana e segundo teorias, praticar uma atitude durante 21 dias se torna um hábito.

A rede estadual de ensino de São Paulo intitulou a segunda sem carne nas escolas em 2017, como também restaurantes do programa popular Bom Prato adotaram o hábito em 2014.

(Imagem retirada do site https://www.svb.org.br)

Como apoio e incentivo total da causa, a SVB costuma postar receitas em suas redes sociais, além de dicas nutricionais e razões para aderir à prática. 

Começar a fazer Segundas Sem Carne é uma atitude simples que pode fazer a diferença, participe o quanto antes desse movimento para colaborar com o planeta. 

(Imagem retirada do site Pixabay)
(Imagem retirada do site http://www.nutrinews.com.br)
(Visited 313 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *