A tendência da vida saudável está cada vez mais presente no dia-a-dia da população brasileira e, com isso, a procura por alimentos orgânicos é cada vez mais crescente. Os produtos orgânicos são aqueles que em sua produção não sofrerem o uso de agrotóxicos, adubos químicos, aditivos sintéticos, antibióticos, hormônios, nem técnicas de engenharia alimentar.

Imagem retirada de https://biotecnologiasi.tumblr.com/

Mas você sabia que existe mais de um tipo de produto orgânico? São eles os alimentos in-natura, que vêm direto do campo sem nenhum processamento, e os alimentos processados e industrializados.

AS DIFICULDADES PARA CONSUMIR ORGÂNICOS

Uma das maiores reclamações relacionadas ao consumo de orgânicos é o preço, que é em média 30% mais caro do que o de produtos convencionais. A diferença de preço é justificada pelos custos de produção que são maiores, mas também é preciso uma comparação de valor e não preço. Muitas vezes não é questionado a forma de produção e o impacto da mesma para chegar às prateleiras com uma “super oferta”.

Outra grande barreira para a adoção dos orgânicos da rotina é que as pessoas não estão acostumadas a comprar “fruta feia”, nem a consumir alimentos dentro da época.

ONDE COMPRAR?

Imagem retirada de idec.org.br

Hoje em dia alimentos orgânicos são encontrados com mais facilidade em grandes centros urbanos, sendo em feiras ou em mercados que já disponibilizam os orgânicos. No entanto, o e-commerce de orgânicos é uma revolução importantíssima, incluindo plataformas que se dedicam a promover a conexão direta entre consumidores e produtores de orgânicos.

O CERTIFICADO IMPORTA?

A certificação é o processo pelo qual uma credenciadora, devidamente credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), assegura por escrito que determinado produto, processo ou serviço obedece às normas e práticas da produção orgânica.

Imagem retirada de https://www.paripassu.com.br/

Esta certificação apresenta-se em forma de selo colado ou impresso no rótulo de embalagem do produto. Este certificado é a única forma de garantir que aquele alimento é realmente orgânico, respeitando todos os elementos necessários para esse tipo de produção e, para identificar se o produto é orgânico ou não é bem fácil: procurar pelo selo acima na embalagem.

MITOS

Já ouviu falar que um produto é orgânico por ser menor? Ou por ter um formato estranho? Isso não passa de um mito, alimentos orgânicos não são necessariamente pequenos ou fora de um padrão estético, isso pode ocorrer em produções que ainda não alcançaram em seu potencial máximo.

É importante lembrar que não vale a pena desperdiçar um alimento apenas por não estar esteticamente perfeito, no mercado de orgânicos, principalmente, dificilmente se aceita o desperdício. É muito comum ver nos mercados de produtos orgânicos produtos pequenos ou “feios”, justamente por isso.

Imagem retirada de content.paodeacucar.com


(Visited 143 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *